7 de julho de 2008

Virótica

- Stefano, você mexeu no computador e agora está com vírus.

De vez em quando meu avô diz isso se referindo a quaisquer fenômenos misteriosos. Certa vez foi o teclado que estava confundindo os acentos e cedilhas; numa outra o monitor estava com cores azuladas: é vírus.

Minha mãe é médica, por isso eu não costumo ir a consultórios, sou atendido em casa. Mas, das pessoas que vão a consultórios, escuto muita reclamação de que para o médico tudo, tudo é virose.

Colocar a culpa nos vírus é muito persuasivo. Eles são uma causa convincente para tudo que há de negativo e desconhecido. Em outro tempo, se usava a palavra "diabo" para jogar a culpa pelo inexplicável. "Isso é coisa do diabo!"

A mística em torno dos vírus é tão grande quanto. Na nossa imaginação eles têm carinhas. Carinhas maléficas.

8 comentários:

Fontes disse...

Na minha imaginação os vírus são todos azuis.

Tefo disse...

Sim, é incrível, as pessoas imaginam vírus coloridos

Luísa disse...

carinhas maléficas em desenhos de cápsulas protéicas poliedrais(?) com perninhas de aranha peludas e um código genético com o comando: identificar e matar.

Grande Rael disse...

omg!

Jejuno disse...

Eu sou um vírus.
Se você leu isso, está infectado.

deLira disse...

uma amiga minha, q faz medicina, fala q qndo o medico nao sabe oq o paciente tem..fala virose..


><
eu imagino o virus cm uma camada proteica..
q coisa..mais..biologica..e chata..
droga!

Lia Lupilo disse...

sim, azuis, fontes!
HAHAHAH!
ste, ri muito lendo esse, que divertido!

GuiGa disse...

os meus vírus são disfarçados por vícios :p